Arquivo da categoria: Dragon Ball

Vale a pena sim. Mas leve em consideração que não se trata de um jogo de luta, como estamos acostumados com os games baseados na franquia Dragon Ball. É na verdade um RPG. Mesmo que um pouco inusitado, o jogo é bem divertido, contando com personagens no padrão chibi (corpos diminutos e grandes cabeças) de todas as séries do anime/mangá, inclusive a famigerada GT, o atual Super e lutadores exclusivos da série Xenoverse. Se você quiser saber um pouco mais sobre o jogo, eu recomendo conferir a análise no site do Nintendo Blast.

dragon-ball-fusion

Pedra
3DSDragon Ball

1) Não, carregadores de celular não irão funcionar para o 3DS, pois o portátil tem uma entrada específica para ele. Entretanto, é exatamente a mesma entrada do DSi, então se você por acaso tiver um desses – ou, de repente, se for mais fácil conseguir do que o do próprio 3DS – pode usá-lo normalmente.

2) Dragon Ball Revenge of King Piccolo, para o Wii, é razoavelmente bom. É um beat’em up até que divertido e uma adaptação decente de Dragon Ball, mas o lado negativo é que é fácil e linear demais, o que pode acabar entediando jogadores mais experientes.

Pedra
3DSDragon BallWii

Sim, o meu sentimento é exatamente o mesmo. Do primeiro episódio em si eu gostei muito e me deixou com muitas boas expectativas pelo que vem pela frente. A animação de Dragon Ball Super está linda demais, a mistura de ação e comédia está na dose ideal e é muito bom ver todos esses personagens de volta em uma nova série. Mas, realmente, confesso que comecei a assistir esperando que a introdução já fosse me deixar pulando de empolgação… e não foi bem assim. A animação da intro é ótima, mas a música é bastante sem graça. Está certo que a música do abertura original de Dragon Ball Z é difícil de igualar, mas mesmo as aberturas de Dragon Ball GT e Dragon Ball Kai tinham músicas mais legais. Então, faça como eu: deixe a abertura de Dragon Ball Super rolando sem som, enquanto você põe pra tocar paralelamente Cha-la Head Cha-la! xD

Já para o encerramento eu não criei muitas expectativas, então não achei ruim. Aliás, gostei das partes mostrando coisas do passado, achei bem nostálgico. Mas de músicas de encerramento da série, minha preferida continua sendo a do segundo encerramento de Dragon Ball Z.

Bom, para quem ainda não viu a nova abertura e encerramento, seguem os vídeos para que tirem suas próprias conclusões:

Pedra
Dragon Ball

Sim, já o joguei. Pra falar a verdade, eu gostei muito de vários aspectos do jogo, principalmente a de criar um personagem próprio e a de ver variações interessantes em momentos clássicos da série (porque ninguém merece repetir a mesma história e as mesmas lutas a cada jogo, né? ¬¬”). Mas acho que o jogo ainda tem vários empecilhos que o impedem de ser realmente bom. O sistema de batalhas é um pouco simples comparado a outros jogos da série, a jogabilidade online ainda está problemática e usar aquela cidade como “menu” é uma chateação. Mas considerando como os jogos de Dragon Ball quase sempre ganham novas versões, é bem possível que eles façam um Xenoverse 2 e aí quem sabe eles resolvam esses problemas.

Ah sim, outro grande problema do jogo é que eles se esqueceram de incluir a raça mais importante de todas para escolher pro personagem: a raça Pedra ¬¬”

Pedra
Dragon Ball