Arquivo da categoria: Mobile

Assim como os nomes Sparky, Rainer e Pyro, os nomes Tamao e Sakura são referências ao anime de Pokémon. Desta vez, contudo, os nomes não são de nenhum Umbreon e Espeon e sim de suas treinadoras. No episódio 182 do anime, Ash e seus amigos se encontram com as Kimono Girls, cinco irmãs com uma evolução do Eevee cada. A treinadora do Umbreon se chama Tamao e a treinadora do Espeon se chama Sakura.

tamao_umbreon

sakura_and_espeon

Pedra
MobilePokémon

As penas de Fire Emblem Heroes servem para “evoluir” os personagens. Ou seja, aumentar o número de estrelas do herói e, consequentemente, torná-lo mais forte. Esta evolução é feita pelo menu Allies > Advanced Growth > Unlock Potential. Contudo, para poder evoluir um personagem desta forma, é necessário que este esteja, no mínimo, no nível 20. Daí sim, você poderá elevar um nível de estrela do herói, usando as penas. Muitas penas (na casa das 20.000 para chegar nas cinco estrelas).

Pedra
Fire EmblemMobile

Sim, a jogabilidade de Fire Emblem Heroes – o mais novo jogo mobile da Nintendo – é semelhante à tradicional o suficiente para sentir que você está realmente jogando um jogo de Fire Emblem, mas também simplificada o suficiente para ser um jogo fácil de jogar de forma casual e também por quem nunca jogou um jogo da série.

Explicando melhor… Fire Emblem Heroes mantém os principais aspectos tradicionais da série: uma enorme quantidade de personagens que você pode recrutar e treinar para então montar o seu time ideal para cada missão, estilos de luta diferentes para cada personagem, com vantagens e desvantagens um contra o outro, jogabilidade de estratégia onde você deve movimentar seus personagens sobre um tabuleiro, diferentes tipos de terreno, batalhas automáticas, etc.

Contudo, enquanto os jogos tradicionais da série para consoles e portáteis costumam trazer bastante complexidade em certos aspectos, Heroes simplifica um pouco, para não deixar de ser um jogo que pode ser aproveitado casualmente. Por exemplo: em cada fase os dois lados são limitados a um máximo de 4 personagens (nos jogos tradicionais os times costumam ser bem maiores), não há opção de múltiplos equipamentos para usar nos personagens (eles são limitados a apenas uma lista fixa de habilidades para cada um, que você pode ir desbloqueando conforme o vai treinando), não há morte permanente (em muitos jogos tradicionais da série, quando um personagem morre em batalha você não o recupera mais… o que seria um grande problema em Heroes, já que normalmente você gasta a moeda do jogo para “comprar” personagens), entre outras coisas.

Na minha opinião, eles conseguiram um equilíbrio perfeito. Como eu falei, a jogabilidade é fiel à tradicional a ponto de não deixar de ser um jogo de Fire Emblem, mas simplificado o suficiente para ser um ótimo jogo mobile para ser jogado casualmente, inclusive por aqueles que nunca jogaram jogos da série.

Pedra
Fire EmblemMobile

Sem problema! Depois que você atinge o limite de Toads, os próximos que você ganha vão substituindo os mais antigos. Portanto, para aumentar uma determinada cor, basta jogar fases que deem um maior número daqueles cuja cor você precisa.

Pedra
MarioMobile

Sim, de fato, esse novo jogo mobile de Pokémon foi lançado nestes dias para Android e iOS, sem muito alarde. Na verdade ele já tinha sido lançado há um tempo no Japão, mas agora foi disponibilizado em mais países, incluindo o Brasil. O jogo é legalzinho, mas achei que a mecânica não é tão interessante assim e acaba se tornando um pouco enjoativo. Mas pra quem gosta de jogos estratégicos de tabuleiro e Pokémon, com certeza vale a pena conferir, ainda mais por ser free-to-play.

Sobre ele não funcionar no Asus Zenfone 2, realmente parece que esse é o caso no momento. O problema é que esse smartphone usa um processador com arquitetura diferente da maioria, o que causa problemas para alguns jogos e aplicativos. Não é apenas o Duel, o Pokémon GO também tem esse problema e até aplicativos como o Snapchat tem o desempenho prejudicado nesse smartphone. Enfim, essa é a situação atual, mas o jogo acabou de ser lançado no ocidente, então quem sabe ainda não façam alguma atualização no jogo para funcionar no Zenfone 2?

Pedra
MobilePokémon

Os Toads coloridos são obtidos ao jogar o modo Toad Rally com outros jogadores. Na tela de selecionar o oponente para esse modo, você verá uma imagem com Toads de diferentes cores. Estas são as cores de Toads que você pode ganhar, se jogar contra essa pessoa. Inicialmente você tem acesso apenas a Toads vermelhos, mas conforme vai completando os mundos do modo principal, as outras cores se tornam disponíveis. Lembre-se também que estes Toads coloridos servem apenas para popular o seu Reino (que, por sua vez,

Repare nas diferentes cores de Toads para cada oponente.
Repare nas diferentes cores de Toads para cada oponente.

permite desbloquear novas construções) e não para serem usados como personagens jogáveis.

 

Pedra
MarioMobile

Eu nunca testei isso pedramente, mas sim, é possível trocar o país da Nintendo Account (não confundir com a NNID, a qual não permite trocar) e, de acordo com pessoas que já fizeram isso, o progresso do Miitomo não é perdido.

Pedra
MiitomoMobile

Como todos os ataques em Pokémon GO são de causar dano (não existem ataques para aumentar atributos, recuperar HP, etc., como existe nos jogos principais da série), sim, o principal fator para determinar se um ataque é bom ou não é o seu poder. Outros fatores também são o tipo do ataque, a chance de dano crítico, a sua duração e o quanto de energia ele dá (no caso de ataques normais) ou o quanto de energia gasta (no caso de ataques especiais). Cada Pokémon tem determinados ataques que pode aprender e a escolha destes é aleatória. Um bom guia de referência para os ataques (e para o jogo em geral) é o guia do site Serebii.net.

Pedra
MobilePokémon

De fato, isto é um grande debate entre os jogadores e na verdade não há uma resposta certa. Tecnicamente falando, o melhor seria fortalecer o Pokémon primeiro e depois evoluir, pois assim a forma evoluída já vai começar mais forte. Contudo, você corre o risco de que, ao evoluir, o Pokémon aprenda um ataque ruim, e daí você terá desperdiçado o stardust usado pra fortalecer. Por isso, muitos preferem evoluir primeiro e, se a forma evoluída aprender um movimento que vale a pena, só então fortalecer o Pokémon. Agora, quando você alcançar níveis bem altos (tipo 20, ou 30), daí você provavelmente terá stardust de sobra e poderá fortalecer os Pokémon antes de evoluir sem se preocupar com o desperdício.

Pedra
MobilePokémon